Representantes de dez empresas e instituições paulistas do setor de economia criativa participam do South by Southwest 2022 (SXSW), evento de arte, criatividade e inovação que vai até 20 de março em Austin, Texas (EUA). Essa é a primeira missão internacional do Creative SP – programa de internacionalização da economia criativa, realizado pelo governo de São Paulo.

Com o objetivo de auxiliar empresas paulistas do setor de economia criativa a se internacionalizarem, o programa é uma ação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, executado em parceria com a InvestSP, com apoio da Secretaria de Relações Internacionais. 

“É um duplo objetivo combinado. De um lado, a gente estimula as empresas da economia criativa de São Paulo a se internacionalizarem mais, a se colocarem mais no mercado internacional para fazerem negócios, para fazerem receita, para atraírem investimento, para fazerem trocas, para aumentarem o seu knowhow, a sua competitividade”, disse o secretário de Cultura do estado, Sérgio Sá Leitão. “E, de outro lado, a gente posiciona São Paulo como um destino de economia criativa. E obviamente que esses dois objetivos estão relacionados”.

O secretário explicou que o programa consiste em um total de 10 missões internacionais, cada uma selecionando dez empresas e instituições culturais para participação, que terão direito a um reembolso de até US$ 4 mil em despesas elegíveis e acesso a ações de capacitação, consultoria e monitoramento de resultados, além de acompanhamento pós-eventos.

“Anteriormente a cada um desses eventos, as empresas selecionadas passam por um processo de capacitação, nós contratamos consultores especializados que ajudam essas empresas a se planejarem para tirar o máximo possível da participação na missão. Durante a missão, nós temos também uma assessoria que acompanha essas empresas, que ajuda as empresas a marcarem reuniões, que as auxilia também no próprio diálogo com empresas de outros países, com intuito de acelerar negócios”, disse Sá Leitão sobre duas das etapas do programa.

SP Day

Faz parte do Creative SP a organização de eventos para dar visibilidade às empresas paulistas do setor. No evento SXSW, no Texas, nesta terça-feira (15), ocorreu o SP Day, com uma programação de debates e palestras com representantes do setor cultural, com público presencial e online.

“Nós estamos fazendo esse SP Day, que faz parte da programação oficial do evento, que são quatro painéis e um evento de encerramento com um show de uma artista de São Paulo. Esses painéis ajudam tanto a posicionar as empresas, a atrair pessoas de outros países, aqui dos Estados Unidos mesmo, e também ajudam a posicionar São Paulo como um centro, um polo de economia criativa”, avaliou o secretário.

Na terceira etapa, após as missões internacionais, o Creative SP vai monitorar as empresas participantes para avaliar qual foi o impacto que o evento teve no desenvolvimento delas. “Isso vai nos permitir também aprender com a experiência e eventualmente até adaptar o programa e melhorar, buscar outras possibilidades. Esse monitoramento pós-evento é fundamental para a gente poder mensurar os resultados.”

As demais missões estão definidas e as inscrições estão abertas. “A próxima missão vai ser para o Festival de Cannes, na França. Então vai ser uma missão específica sobre audiovisual. Vamos encerrar essas inscrições em meados de abril, porque o festival acontece em maio, então sempre um mês antes da missão a gente para, faz a seleção das empresas, faz o processo de capacitação, faz todo o preparativo da viagem e realizamos a viagem. Enquanto isso fica aberto para as demais”, explicou Sá Leitão. 

from Feed Últimas https://ift.tt/eD1wHh5


comentários